{RP Fechada} A Little Mage

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{RP Fechada} A Little Mage

Mensagem por Myrella von Horn em Qua Dez 07, 2016 11:43 am




A Little Mage


RP fechada e apenas para treinos da personagem. Informações do lugar e hora serão dados a cada postagem nova e o que foi treinado segue ao final do post.


Made by Zouxas




Última edição por Myrella von Horn em Qua Dez 07, 2016 1:26 pm, editado 1 vez(es)


My Perfil MP


I'm loving you.

Thanks @ Solaria Magnum CG
avatar
Myrella von Horn
Verbena
Verbena

Mensagens : 20
Experiência : 192
Data de inscrição : 03/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {RP Fechada} A Little Mage

Mensagem por Myrella von Horn em Qui Dez 08, 2016 10:28 am



Nós lembramos
There is no ignorance, there is knowledge.

Local: Pátio dos fundos da Mansão
Horário: 14:15
Clima: Um pouco frio
Com: Kol

O suor molhava meus braços, atualmente descobertos, e começava a marcar também minha face com seu brilho. Meus cabelos estavam presos em um rabo de cavalo alto com o intuito de não me atrapalhar no treino. Em geral, meu irmão mais velho sempre me defendeu fisicamente, mas eu temia que uma hora ele não estivesse próximo e precisasse me virar sozinha, sem usar minha magia para tal. Relutante, Kol concordou em me ajudar e vinha me ensinando a manusear armas brancas e lutar desarmada. No dia de hoje, meu irmão estava me ajudando com combate sem armas. Meu irmão estava na forma Hominídea com os cabelos bagunçados e me olhava sentada no chão, cansada. Apesar de rápida e com algum vigor, eu era fisicamente fraca e minha resistência e velocidade não se comparava a dele. Ele me estendeu a mão destra e me ajudou a me levantar, analisando qual o meu estado físico.

- Talvez devêssemos parar um pouco o treinamento por hoje... Você parece estar cansada e tem o trabalho mais tarde. - Havia preocupação em seu tom, o que me fez sorrir e abraçar ele. Desde que nos descobrimos seres ligados ao sobrenatural, nos tornamos ainda mais unidos do que eramos antes e mantínhamos uma ligação tão intensa que era difícil até esconder algo do outro mesmo que não deixássemos nenhum sinal transparecer. Era como se o outro lesse nossa mente.

- Estou bem, vamos continuar. Depois de terminarmos essa luta, paramos.

Após falar, soltei-o e tomei alguma distancia dele, retomando a posição de combate. Ele deu uma risada e revirou os olhos, ciente que nós dois eramos igualmente teimosos e obstinados, o que significava que dificilmente ele me faria mudar de ideia. Desistindo daquela possibilidade, ele retomou a posição e avançou. Ele tinha um ótimo conhecimento de artes marciais e vinha me ensinando um pouco, especialmente aquelas que envolviam mais agilidade do que força, mas as vezes ainda havia alguma participação da mesma. Quando ele fingiu ir me dar um soco - e, acredite, eu sei quando ele está fingindo um ataque -, segurei o pulso dele enquanto desviava para a esquerda e puxava ele para perto, usando o movimento dele e seu próprio peso para me ajudar uma vez que não era tão forte e dei um soco em seu estomago. Mesmo se eu tivesse força o suficiente para causar danos efetivos, meu irmão era bem resistente e se recuperava rápido, então não tardou para ele pegar meu pulso da mão que o segurava e girar meu braço, torcendo-o e girando meu corpo para me segurar de costas para ele. Eu me mexi discretamente e pisei com força em um pé dele, depois chutei suas partes intimas enquanto acertava ele com uma cotovelada nas costelas. A combinação garantiu minha libertação e me afastei, com um sorriso malicioso. Esperei ele tentar atacar de novo e me dar um soco para pegar o braço dele, pular para 'cima' dele e me jogar para trás dele, fazendo com que caíssemos no chão. Eu segurei o braço dele com uma perna e o pulso com a mão. O tombo no chão me causara dor e eu estava realmente com alguns problemas para manter ele paralisado, mesmo que nem tentando resistir ele estava.

- Renda-se, Kol. Ou serei obrigada a começar a brigar sério com você. Posso ser mais terrível que seus amigos transformistas, sabe disso. - Falei em tom ameaçador ou o mais perto disso que eu conseguisse. Era tão 'fofinha' que tinha problemas para amaçar realmente uma pessoa. Meus olhos se estreitaram quando achei que ele estava contendo uma risada e falei baixo. - Não quero machucar você, irmão.

Ele riu e virei a cabeça dele com o pé livre, mantendo-a de lado no chão, e puxei a mão dele contra o chão, abrindo-a e tentando a manter de modo a causar algum incomodo nele. Então ele começou a se soltar e larguei ele, rolando para longe e me levantando. Quando ele ficou de pé, eu parti para o ataque. Mesmo que ele fosse mais rápido eu tinha uma vantagem que ele não: sabia onde ficavam os pontos mais fracos de uma pessoa e onde doía mais ao ser atingido, além das áreas que seriam dificilmente protegidas. Ah, as maravilhas de cursar medicina. Os primeiros golpes foram facilmente defendidos ou esquivados, com ele dando tapinhas nas minhas pernas quando eu chutava ou desviando meus socos sem problemas. Então veio o movimento que eu já planejava quando investi. Eu fingi tentar dar um soco no rosto dele, que sabia que ele ia defender, e ao mesmo tempo passeio pé esquerdo por trás de seu joelho direito e bati ali com a lateral do pé para desequilibra-lo e então combinar dois socos em seu abdômen. Esses socos eu permiti-me usar toda a força que tinha, mesmo não sendo grande coisa, para mostrar a ele que estava disposta a cumprir minha ameaça. A surpresa pelo "jogo sujo" havia sido contada a meu favor e isso me permitiu marcar um ponto sobre ele antes de recuar. Meu irmão pareceu estar passando mal ou algo assim com os golpes e quase fui ajudar ele, quando recordei-me que poderia ser uma finta. Com um sorriso ainda malicioso, ajeitei minhas roupas e falei.

- Por hoje chega, querido. Vamos, acho que temos umas escoriações e hematomas para serem cuidados.

Ele me olhou, indignado por não ter caído na armação dele, e se endireitou, saindo comigo em direção a casa. Suados e cansados, não era difícil achar que talvez fosse mais sério do que fazíamos achar as brigas, porém no fundo sabíamos que não era bem assim.



OBS.: Partindo do principio que medicina estuda também a ANATOMIA do corpo, considero que a personagem saiba onde bater para ter alguns efeitos.

Habilidade Treinada:
Briga.

Habilidade de Suporte:
Medicina.

Atributo Relacionado:
Força

Intuito do Treino:
Aumentar Força em um ponto. Se possível, aumentar Briga também em um ponto.

Gasto para atributo: 1(nível) * 4 = 4
Gasto para habilidade: 2 (nível) * 2 = 4
Total: 8



Train yourself to let go of everything you fear to lose.



My Perfil MP


I'm loving you.

Thanks @ Solaria Magnum CG
avatar
Myrella von Horn
Verbena
Verbena

Mensagens : 20
Experiência : 192
Data de inscrição : 03/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {RP Fechada} A Little Mage

Mensagem por Myrella von Horn em Dom Dez 11, 2016 1:54 pm



Nós lembramos
There is no ignorance, there is knowledge.

Local: Quarto na Mansão
Dia: Domingo
Horário: 10:20
Clima: Frio, com ventos ocasionais
Com: Ninguém

Os cabelos lisos brilhavam e exclamavam um doce aroma floral. Usava uma blusa de manga comprida branca, jeans e botas de cano alto sem salto castanhas. Não usava maquiagem e estava sem joias, mesmo que fosse sair em breve com Sophie. Na bolsa que trazia estava apenas meu celular, a carteira com documentos e algum dinheiro. Havia decidido aprender a tocar violão e a cantar e fazer aquilo sem a ajuda de professores, por saber ser capaz de tal feito e sem problemas. Havia pedido para não me desconcentrarem enquanto tocava, porque aquilo ainda era novidade para mim e me sentia mal com platéia. O papel com a cifra de Photograph - Ed Sheeran estava a minha frente, tal como a indicação de como faziam os acordes e a batida da música. Com a palheta nas mãos e respirando fundo, comecei a tocar enquanto tentava montar os acordes certos e rápido. Mi, Do Sustenido com baixa em Mi com sétima, Si com quarta para a introdução. O som as vezes parecia errado, mas logo notava que não segurava certo as cordas ou a batida estava errada, mas também ter errado as casas não era difícil. Segundos antes de começar a cantar, troquei para la com nona.

- Love can hurt, love can hurt sometimes, but this is only thing I know...

Eu tentava cantar no ritmo certo enquanto tocava e lutava para trocar na hora certa os acordes. Desnecessário dizer que eu me atrapalhava algumas vezes, mas estava conseguindo aprender aos poucos. Quando a confusão era maior ou não sabia mais onde estava, recomeçava a música do começo tentando não cometer os mesmos erros de novo e de novo.  Eu era, infelizmente, perfeccionista demais para tolerar não fazer perfeito e isso era uma faca de dois gumes: aprenderia a fazer as coisas  sempre corretamente e daria o melhor de mim para concluir cada tarefa que me propunha, mas demorava mais que o normal para aprender as coisas e concluir as tarefas que me eram dadas para realizar. Enquanto meus dedos dialogavam com as cordas, tentava cantar com a voz afinada e tentando fazer a mesma parecer bela. Quem sabe aquilo me ajudasse em outros momentos em que usasse a voz para fazer as coisas.

Após tocar cinco vezes a música completa, meus dedos estavam marcados pelas cordas e um pouco doloridos. Coloquei o violão no suporte dele e guardei a cifra na gaveta. Então me deitei na cama e suspirei. Bastava apenas aguardar agora a chegada de minha amiga para então irmos para o shopping.


Habilidade Treinada:
Performance

Atributo Relacionado:
Carisma

Intuito do Treino:
Aprender e melhorar Performance e talvez aumentar Carisma em pelo menos um ponto.

Pontos para aprender nova habilidade: 3
Pontos para melhorar habilidade: 1 (nível) * 2 = 2

Total: 5



Train yourself to let go of everything you fear to lose.



My Perfil MP


I'm loving you.

Thanks @ Solaria Magnum CG
avatar
Myrella von Horn
Verbena
Verbena

Mensagens : 20
Experiência : 192
Data de inscrição : 03/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {RP Fechada} A Little Mage

Mensagem por Myrella von Horn em Sex Dez 23, 2016 7:22 pm



Nós lembramos
There is no ignorance, there is knowledge.

Local: Quarto da Mansão
Dia: Segunda
Horário: 20:19
Clima: Frio e nevando levemente
Com: Ninguém

Meu quarto estava escuro e com uma música baixa instrumental, para me concentrar. O incenso queimava no quarto fazendo com que o cheiro doce de jasmim se espalhava no ambiente. Algumas velas que não faziam fumaça estavam acesas no ambiente e me sentei no chão do quarto em posição de lotus. Fechei os olhos e me permiti vagar em meus pensamentos antes de mergulhar no mundo astral. Lá, encontrei meu Avatar que sorriu e, juntos, para os estudos de hoje.

Myrella von Horn efetuou 5 lançamento(s) de dados D10 (Imagem não informada.) :
7 , 3 , 4 , 5 , 8

(Dificuldade: 4)

Mestre Mantu estava parado ao meu lado em meio a pura neve branca que cobria o chão da vila... Como ele havia chamado? Vasculhei minha mente a procura do nome e então apareceu em minha mente. Vila Mansi, isso. Os mansi eram um povo reservado que morava nos Montes Urais. Ele prometeu para mim me ajudar com algumas pesquisas e estudos sobre meu passado e as visões que eu tinha e afundamos em um sonho mais suave que se repetia com frequência para mim.

- Mestre Mantu, o que estamos esperando?

Falei em voz baixa,  como se temesse ser ouvida e olhei o homem ao meu lado. Alto e musculoso, Mantu tinha a pele azul, olhos negros e duas espécies de tentáculos no topo da cabeça parecidos com os Lekkus dos Twi'leks de Star Wars. Ele tinha os olhos escuros fixos a frente e isso aumentava a aura mística dele já aumentada naturalmente pelas roupas de jedi dele. Não haviamos falado sobre o motivo verdadeiro de estarmos ali naquele momento para que eu visse, mas instintivamente sabia ser algo importante que iria me ajudar no futuro. O silêncio foi minha resposta por quase um minuto e quando falou a voz era calmo.

- Você sabe o começo da história, criança. Dez estudantes atléticos saem do conforto de suas casas, na Guerra Fria, com o intuito de escalarem os Montes Urais. Se quer lembrar quem você era na outra vida e como e por que morreu, deve entender toda a história. Quando puder guiar as pesquisas em seu mundo sem ajuda, deverá fazer isso, mas agora aguardaremos os jovens para você saber uma parte da história.

Murmurei um "Sim, mestre" sabendo que seria a melhor resposta que teria dele e aguardei, me abraçando para aquecer o corpo do frio psicológico. Depois do que pareceu muito tempo, o grupo de alpinistas chegou e quando passaram por nós, os acompanhamos. Falavam em russo baixo, língua que eu entendia perfeitamente agora. O grupo tinha duas mulheres e oito homens, todos jovens e saudáveis. Eu já me acostumara com as aparências deles, mas ainda não lembrava bem o nome de todos eles. Eles falavam sobre a expedição e procuravam o chefe do lugar. Agora notei que a maioria dos habitantes havia sumido antes deles chegado, mas ainda haviam alguns ali. Mantu me deixou decidir a distância e forma de segui-los, porém eu sabia que ao menos um deles era Desperto e poderia até mesmo me perceber ali dependendo do que eu fizesse.

Quando conseguiram encontrar o líder do lugar após muita discussão com o povo local, um caçador daquele povo foi marcar o caminho e eles perguntaram a uma habitante sobre o motivo dos avisos, porque eles não sabiam. A mulher era uma idosa de uns setenta anos com pele enrugada e cabelos ficando brancos.

- O Menk vive na floresta e é muito perigoso... Não vão querer encontra-lo, ainda mais com fome ou irritado. Não deveriam atravessar a mata ou subir a Montanha dos Nove Mortos. O lugar é muito ruim, sim. E maldito. Desistam enquanto vocês podem, porque não haverá volta depois. - A voz calma se mostrava preocupa e franzi o cenho, tentando entender melhor o que era dito. O sotaque dela era forte e difícil de compreender.

- Menk? O que é o Menk? E por que Montanha dos Nove Mortos? - Perguntou Igor, fazendo-me prestar atenção nele e na mulher mansi.

- O Menk é uma criatura de dois a cinco metros, forte e quase sem pescoço. Ele é muito forte e se alimenta de tecidos moles como pulmões e línguas. - Então após isso começou a contar a história da montanha mas, vendo meu estado emocional, Mantu me tirou dali. Era melhor não exagerar com aquilo. Acordei então em meu quarto e apaguei as velas e me deitei no chão, pensando. Teria uma pesquisa a fazer.




Antecedente Treinado:
Sonhos

Habilidade Treinada:
Meditação

Atributo Relacionado:
Percepção

Intuito do Treino:
Melhorar o antecedente Sonhos, que permite ao mago extrair informações dos mesmos.

Habilidade Treinada - Meditação: 2x2= 4
Antecedente Treinado - Sonhos: 3x3=9



Train yourself to let go of everything you fear to lose.



My Perfil MP


I'm loving you.

Thanks @ Solaria Magnum CG
avatar
Myrella von Horn
Verbena
Verbena

Mensagens : 20
Experiência : 192
Data de inscrição : 03/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {RP Fechada} A Little Mage

Mensagem por Myrella von Horn em Qua Dez 28, 2016 2:22 pm



Nós lembramos
There is no ignorance, there is knowledge.

Local: Quarto de Myrella, Porão
Horário: 14:00
Dia: Quarta
Clima: Frio
Com: Tatiana

- Você tem que se concentrar, Myrella. Não vai conseguir aprender uma Esfera nova se não focar sua mente nos estudos. Não quer saber onde o... Qual o nome do cachorro crescido? Ah, Sigmund, isso... Está? Então, se ajude. - A voz de Tatiana reverberou em meus ouvidos e concordei com a cabeça, não me dando ao trabalho de esconder o desgosto pelo tratamento de "cachorro crescido" que ela dirigou a Sigmund. Nós sabiamos que ele era um garou e tanto ela quanto meu irmão me alertaram quanto a ele, mas eu queria acreditar que ele valia a pena. Lembrava bem de quando ele havia me salvado de alguns caras em uma noite fria enquanto eu andava em uma rua normalmente movimentada, mas que estava estranhamente vazia aquela noite. Eu realmente queria me concentrar nas leituras, mas não era tão simples após outro pesadelo com as luzes, gritos e a morte. Achava que a mulher entenderia que nem sempre após aqueles sonhos estava pronta para estudar magia, pois não me concentraria.

Ahh, o que estudava? Havia tirado o dia para estudar e treinar a Esfera Correspondência. Aquela esfera lidava com distâncias, espaço e viagens. Estava estudando sobre a parte teórica e seus efeitos haviam semanas e hoje apenas estávamos revisando algumas informações antes de irmos para as partes praticas. Respirei fundo e me apoiei na cadeira, fechando os olhos e deixando o ar puro e frio que vinha de fora me acalmar. Em alguns segundos que pareceram uma eternidade, estava melhor e me levantei da cadeira, ajeitando minha roupa e olhando para a mulher a minha frente. Me sentia pronta para tentar a magia e meu foco já estava até mesmo preparado. Talvez assim ela me deixasse um pouco mais livre.

- Vamos lá pra baixo, to pronta para começar a parte pratica dos meus treinos... Consigo me lembrar bem das instruções e modo que a magia se comporta, mas não tem como saber se consigo fazer ou não sem tentar. Depois, quando conseguir, me aprofundo mais nos estudos e combinação com a Esfera da Vida. Talvez faça isso amanhã ou depois, se ficar cansada demais por hoje.

Descemos para o porão e comecei a preparar tudo para que fosse o melhor possível o treino. Espalhei objetos diversos que ficavam ali em baixo pelo centro da sala, cuidando para variar posições, distâncias e ângulos para um melhor aproveitamento. O primeiro efeito aprendido pelos estudantes de Correspondência envolvia sentir coisas próximas e meu foco seria meu celular, um foco comum para aquela esfera. Quando terminei de arrumar as coisas, me sentei no chão e me concentrei. Senti a mágika no mundo e procurei o lado da minha mente, esforçando-me para invocar o efeito. Havia estudado aquele efeito profundamente e sabia conseguir repetir... Alguma hora. Na primeira vez, nada ocorreu. Na segunda, percebi algumas coisas próximas e me senti melhor. Concentrei-me mais na magia e no celular em minha mão. O alcance expandiu e notei os itens presentes ali.

Estava sentindo os objetos ao redor e sabia bem quem era quem. Não era verdadeiramente a primeira vez que eu usava aquele efeito: ontem a noite eu havia treinado aquele efeito para garantir que agora estaria tudo perfeito. Cancelei a magia e me ergui, sorrindo e olhei para minha mentora. Sentia que havia cumprido minha missão naquele dia. Precisaria recuperar minha Quintessencia perdida paraco caso de precisar dela mais tarde e ponderei sobre quando faria aquilo. Com certeza não era quando Tatiana estava olhando, pois não queria que ela ficasse sabendo quando usava o nodo ou não. Um pouco cansada, esfreguei a face após estar desde as oito da manhã estudando me estiquei, alongando os músculos.

- Finalmente consegui. Senti os objetos com perfeição.

- Não é a primeira vez que usa o efeito, é? Conseguiu tão rápido... - Eu pisava em ovos e sabia que era melhor ser muito cautelosa com a mulher. Apesar de eu achar que não queria meu mal, ela também tinha amigos estranhos e, mesmo que não quisesse me prejudicar, talvez acabasse falando o que não devia para as pessoas erradas. Já bastava eu poder me meter em encrencas só por ser irmã de um garou e trabalhar para um traficante de armas.

- Não, é a primeira sim. Mantu insistiu para que eu estudasse muito antes e apenas tentasse com supervisão, pois poderia cometer erros passados. E eu confio nele.

Ela não se convenceu do que eu dizia, mas pareceu não querer discutir sobre aquilo. Nós subimos e depois de um chá e conversas, a mulher se despediu e eu voltei lá para baixo para arrumar tudo e depois me sentei em um canto do lugar para meditar e recuperar minha Quintessencia perdida. Por algum motivo, ao buscar recuperar as essências, pareceu que o nodo estava... Diferente. Talvez eu devesse perguntar a algum especialista sobre aquilo ou a um garou, já que eles eram ligados aquilo.


Esfera Treinada:
Correspondência.

Intuito do Treino:
Aprender a esfera Correspondência.

Custo: 10 de experiência



Train yourself to let go of everything you fear to lose.



My Perfil MP


I'm loving you.

Thanks @ Solaria Magnum CG
avatar
Myrella von Horn
Verbena
Verbena

Mensagens : 20
Experiência : 192
Data de inscrição : 03/12/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {RP Fechada} A Little Mage

Mensagem por Caim em Qua Jan 04, 2017 5:55 pm

Atualizado.
avatar
Caim
Administrador
Administrador

Mensagens : 56
Experiência : 10613
Data de inscrição : 27/11/2016

Ver perfil do usuário http://flowersofblood.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {RP Fechada} A Little Mage

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum